Idade dos Metais (Pré-história): Desenvolvimento, Resumo e Características

Com o aprimoramento das técnicas de forja e metalurgia as funções sociais também se modificaram havendo uma especialização em exercer as tarefas.
Com o aprimoramento das técnicas de forja e metalurgia as funções sociais também se modificaram havendo uma especialização em exercer as tarefas.

Conhecido como o período final da Pré-História, caracterizou-se principalmente pela utilização de metais na construção de ferramentas, o que proporcionou mudanças e o desenvolvimento das primeiras sociedades humanas.

Os desenvolvimentos e inovações que ocorreram nesse período levaram núcleos sociais que foram formados no período Neolítico se desenvolvessem dando origem posteriormente às primeiras grandes civilizações da humanidade.

É importante compreender que a transição do Neolítico para a Idade dos Metais não se deu de forma abrupta, mas levou tempo e demandou o aprendizado e desenvolvimento de algumas técnicas para que os indivíduos se adaptarem a sua realidade.

Na Idade do Metal ocorreu um largo desenvolvimento principalmente nas formas de se fazer as atividades cotidianas. As novas e modificadas ferramentas se tornaram mais resistentes facilitando certas tarefas.
Na Idade do Metal ocorreu um largo desenvolvimento principalmente nas formas de se fazer as atividades cotidianas. As novas e modificadas ferramentas se tornaram mais resistentes facilitando certas tarefas.

A metalurgia e o processo de difusão do uso dos metais

O desenvolvimento e a introdução do uso dos metais e da metalurgia nessas sociedades pré-históricas foram muito importantes para esses povos, pois propiciou a construção e ao aprimoramento de algumas ferramentas que faziam parte de seu cotidiano.

Mesmo com a utilização e criação de novas ferramentas através do processo de moldagem dos metais, as ferramentas de pedra polida, características do Neolítico, coexistiram até certo momento onde essas foram se tornando obsoletas.

Para que o processo de metalurgia rudimentar se desenvolvesse a descoberta e o uso do fogo foi essencial, pois dessa forma proporcionou o processo de fundição dos primeiros metais.

A Idade dos Metais é dividida em três períodos característicos de acordo com a evolução da metalurgia e o uso dos metais:

  • Idade do Cobre: o material era mais fácil de moldar por isso era utilizado em larga escala para a construção de ferramentas.
  • Idade do Bronze: era uma liga metálica mais resistente formada pela junção de cobre e estanho
  • Idade do ferro: Era o mais difícil de moldar, mas com o desenvolvimento das técnicas de fundição proporcionou sua utilização.
Com o aprimoramento das técnicas de forja e metalurgia as funções sociais também se modificaram havendo uma especialização em exercer as tarefas.
Com o aprimoramento das técnicas de forja e metalurgia as funções sociais também se modificaram havendo uma especialização em exercer as tarefas.

Aperfeiçoamentos das práticas cotidianas das sociedades humanas

A metalurgia proporcionou um desenvolvimento massivo e grandes mudanças na organização social das primeiras sociedades humanas, pois proporcionou a construção, a criação e o aperfeiçoamento de diversos objetos.

Agricultura

As mudanças na agricultura foram importantes, pois com o aperfeiçoamento de instrumentos como o arado proporcionou maior facilidade e um aumento significativo no cultivo de alimentos.

Dessa forma a produção de excedentes agrícolas começou a ser armazenada, aumentando sua utilização como moeda de troca com outros indivíduos.

Economia

A metalurgia foi importante para formação dos primeiros núcleos econômicos, principalmente com as primeiras cunhagens de moedas, que junto aos mercados de troca, ajudou a desenvolver uma ideia de um mercado econômico rudimentar.

Sociedade

Os aperfeiçoamentos de algumas atividades, o trabalho nesses grupos começou cada vez mais a se tornar especializado, ou seja, alguns indivíduos possuíam o conhecimento técnico de algumas atividades específicas.

Assim começaram a surgir as primeiras formações de grupos sociais que possuíam conhecimentos para a execução de determinadas tarefas como ferreiros, agricultores soldados, mercadores, sacerdotes entre outros.

Os impactos da metalurgia também tiveram sua influência nos primeiros conflitos entre esses grupos.

O desenvolvimento de armamentos de guerra cada vez mais eficazes levaram alguns desses grupos a entrarem em guerras entre si, demonstrando os primeiros sinais de formação de forças militares nessas comunidades.

O desenvolvimento e início das primeiras grandes civilizações do planeta

O desenvolvimento dos aspectos sociais, econômico e políticos tiveram um impacto significativo na formação das grandes civilizações.

Com organizações cada vez mais complexas o surgimentos das primeiras cidades, algumas delas adquiriram um poderio econômico, militara e social sobre outras comunidades.

Dessa forma iniciaram disputas e buscaram desenvolverem-se cada vez mais em busca de novas rotas comerciais, novas fontes de minério e territórios para assim se tornarem cada vez mais desenvolvidas.

Nickolas Laprovita
Sobre Nickolas Laprovita 6 artigos
Mestrando em História Social na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e graduado em licenciatura e bacharelado na Universidade Federal Fluminense (UFF).