A Enciclopédia de Denis Diderot e D’Alembert

Capa do 1º volume da Encyclopédie (1751).
Capa do 1º volume da Encyclopédie (1751).

A Enciclopédia de Denis Diderot e D’Alembert: “Dicionário racional das ciências, das artes e dos ofícios”

Os pensadores iluministas eram aqueles intelectuais que contribuíram para a propagação das ideias iluministas e deram suporte para a formação destas ideias.

Estes, ao divulgarem a suas ideias, ao mesmo tempo em que criticavam as bases do Antigo Regime, principal crítica do Iluminismo, também contribuíram para diversas área do conhecimento.

Dentre estes pensadores irei destacar Denis Diderot e D”Alambert que foram responsáveis pela criação da enciclopédia.

Quem foi Denis Diderot?

Filósofo e escritor francês, Denis Dirderot foi um importante propagador do pensamento iluminista.

A escrita literária se consolidou como sua principal profissão, no qual pode contribuir para o pensamento iluminista com uma relevante produção literária.

Este defendia veementemente o papel da razão e do pensamento racional como a base de toda a verdade e de todo o conhecimento, nesse viés, a ciência era vista por ele como a alavanca para o progresso.

Nesse interstício, ele se apropriou da metodologia do materialismo histórico para construir seu pensamento.

No campo da política ele argumentava em favor da busca pela igualdade social, o que ia em oposição a politica estabelecida pelo absolutismo dominante nesse período.

Em relação a igreja, ele apontava que esta deveria ter influência somente sob as questões religiosas,  isto é, não deveria intervir na política, o que comumente ocorria até a Idade Moderna.

As principais obra dele foram: Pensamentos Filosóficos (1746), Carta sobre os cegos para uso dos que enxergam (1749),  Encyclopédie (1751-1772), Jacques, o fatalista e seu mestre (1796), A religiosa (1796) e O sobrinho de Rameau (1821).

Quem foi  Jean Le Rond d’Alembert?

Este foi um filósofo, físico e matemático natural da França. Na área da matemática e da física contribuiu com importantes estudos e descobertas.

Na física atuo na área da mecânica criando o chamado  Princípio d’Alembert e publicou a obra Principio da dinâmica em 1743.

No entanto d’Alembert ficou mais conhecido pela sua colaboração junta a Denis Diderot na construção, sob bases iluministas da  “Encyclopèdie.”

A Enciclopédia de Denis Diderot e D’Alembert

Com o objetivo de colaborar com a propagação das ideias iluministas sustentada pelo pensamento racional e cientifico, os pensadores iluministas Denis Diderot e D’Alembert  entre 1751 e 1780 criaram uma importante compilação que foi nomeada de Encyclopèdie, ou Dicionário das Ciências, Artes e Ofícios,  a Enciclopédia.

Capa do 1º volume da Encyclopédie (1751).
Capa do 1º volume da Encyclopédie (1751).

Esta grande obra iluminista, composta por 35 volumes e com aproximadamente 150 autores das mais variadas áreas do conhecimento, agrupou os novos conhecimentos que surgiram no âmbito do Iluminismo e abordou diversos assuntos fundamentais para  a sociedade.

Como por exemplo, as novas descobertas cientificas relacionadas a astronomia, a força hidráulica, o questionamento sobre a forma da Terra e a descoberta de novos continentes.

O desígnio de ambos o autores era contribuir para a construção do “cidadão esclarecido” por meio dos sabres da Enciclopédia, isto é, lançar as bases dos valores e conhecimentos iluministas.

A publicação da Enciclopédia legitimava ainda mais a defesa dos pensadores iluminista de que somente o conhecimento cientifico e não mais a fé, era capaz de fornecer o progresso a sociedade.

Maíra Pires
Sobre Maíra Pires 26 artigos
Doutoranda em História Social ( PUC-SP), Mestre em História (UDESC), Licenciada e Bacharel em História (UDESC), Pesquisadora do Centro de Estudos Culturais e da Diáspora ( CECAFRO).